6 mudanças para não ter de fazer dieta no verão — e manter-se sempre assim

Imagem: DragonImages, de envatoelements
Imagem: DragonImages, de envatoelements

É quase certo: apenas um mês antes do verão, são muitas as pessoas que se lembram que querem emagrecer até aos dias de praia. Resultado: recorrem a dietas rápidas, muitas vezes sem reeducação alimentar e até perigosas. Algumas não chegam a conseguir perder peso e ficam frustradas, enquanto outras têm uma perda e voltam a ganhar aqueles quilos novamente (ou ainda mais) pouco tempo depois.

A nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida, autora do blogue NiT “Loveat”, alerta que estas dietas com resultados “para ontem” cortam grupos alimentares e não têm em conta as necessidades, o estilo de vida e gostos individuais, o que se traduz nas primeiras semanas numa perda de peso rápida, mas que rapidamente estabiliza, levando à desmotivação e regresso a hábitos e rotinas alimentares anteriores.

“Muitas vezes, as pessoas que passam por este processo, fazem-no várias vezes, o que leva o corpo a entrar em estado de alerta, dificultando cada vez mais a perda de peso”, explica à NiT a especialista.

Então, o que é que se deve fazer? É simples: para todas as pessoas que não se sentem bem com a sua imagem corporal, a mudança deve começar já. “Não devemos esperar pela segunda-feira ou pelo dia perfeito para iniciar, porque esse dia não existe”, acrescenta Mafalda.

Fonte: NIT, escrita por Andreia Guerreiro

NaturalSPA
qrc:///tray_popup/win/index.html#