Bebidas com açúcar elevam riscos cardíacos em mulheres

Um estudo feito pelo Centro de Saúde da Universidade de Oklahoma (EUA) mostra que ingerir duas ou mais bebidas açucaradas por dia pode aumentar o risco de doença cardíaca em mulheres, mesmo que elas não ganhem peso.

O estudo foi feito com mais de quatro mil pessoas, incluindo homens e mulheres com idade entre 45 e 84 anos. Os pesquisadores analisaram os hábitos alimentares dos participantes e excluíram outros fatores de risco para doença cardíaca.

Ao final da análise, constatou-se que as mulheres que bebiam pelo menos duas bebidas adoçadas com açúcar por dia tinham quatro vezes mais chances de desenvolver níveis de gorduras no sangue acima do normal, em comparação a aquelas que bebiam menos de uma por dia.

Esse grupo de mulheres também ficou mais propenso a acumular gordura na barriga, característica associada a inúmeros riscos para a saúde, incluindo doenças cardíacas e diabetes. Todos esses riscos aumentaram mesmo em mulheres de peso normal ou que não apresentaram ganho de peso.

Não houve associação entre o consumo de bebidas açucaradas e os fatores de risco de doença cardíaca em homens. Os pesquisadores disseram que ainda não necessários mais estudos para explicar esse fenômeno.

Excesso de açúcar causa envelhecimento precoce da pele
Quando a idade avança, é inevitável que apareçam algumas ruguinhas. Mas o envelhecimento da pele provocado pelo passar dos anos é pequeno e não causa muitos danos estéticos.

O que realmente agride a pele é o sol em excesso, o cigarro, a poluição, o estresse e algumas substâncias presentes nos alimentos. Esses são os verdadeiros vilões responsáveis pelas rugas, manchas e tumores.

Estes radicais livres provocam danos celulares, através de reações de oxidação, que estão ligados ao processo de envelhecimento. Os raios UVA são os piores porque atingem a camada mais profunda, ou seja, a derme onde são produzidas as fibras de colágeno, responsáveis pela sustentação da pele. Para reverter este processo de degradação é que lançamos mão dos antioxidantes e dos antiglicantes.

Frutas e verduras no combate de radicais livres
Os antioxidantes são substâncias capazes de combater os radicais livres, produzidos pelas células, quando em contato com os agentes nocivos como sol, estresse e poluentes.Eles são encontrados nas frutas e verduras como romã, morango, abacate, blueberry, tomate, brócolis e muitas outras. Também são encontrados em vários cremes ricos em coffeberry, vitamina C, ácido ferúlico e vitamina E.

Os antioxidantes são substâncias com capacidade de neutralizar os radicais livres e podem ser de uso oral ou tópico. A ação de retardar o envelhecimento do organismo ainda é discutida, mas várias delas tem ação comprovada sobre a pele, como clareamento de manchas, melhora da firmeza da pele e redução das rugas superficiais.

Os mais importantes são o picnogenol, vitamina C, vitamina A, ácido elágico, dentre outros. Em recentes trabalhos científicos foi provado que o uso de protetores solares associados a substâncias antioxidantes são capazes de proteger melhor a pele e até reduzir a vermelhidão causada pela exposição solar. As boas marcas de filtros solares já acrescentaram antioxidantes em sua formulação.

Ingestão de açúcar destrói fibras de colágeno
Os antiglicantes são substâncias capazes de reverter um processo chamado glicação, que nada mais é um processo de destruição das fibras de colágeno desencadeado pela ingestão de açúcar.

Ocorre a formação de complexos de açúcar e proteína bastante rígidos, que tiram a elasticidade do colágeno levando ao envelhecimento da pele. Para reverter este processo basta diminuir o açúcar e aplicar alguns cremes antiglicantes, que já estão no mercado desde 2010.

O processo de glicação acontece quando uma molécula de açúcar em excesso (por aumento da ingestão de doces, massas, pães ou em doenças como o diabetes) se misturam com as proteínas formando estruturas rígidas que se acumulam na pele e danificam as fibras de colágeno e elastina, responsáveis pela sustentação da pele.

Há perda da elasticidade que se manifesta através das rugas e flacidez, conhecido como envelhecimento intrínseco. Os antiglicantes são uma nova classe de ativos para o tratamento do envelhecimento.

A carnosina tem ação comprovada e já disponível em produto industrializado para uso tópico. Alguns suplementos por via oral também podem ser associados.

Muitas substâncias ainda estão em estudo para reduzir este processo de glicação. Além do uso destes ativos, é importante manter uma dieta adequada e atividade física regular.

Se quiser ter uma pele de causar inveja, o mais importante é associar uma boa alimentação, incluindo frutas e verduras à redução do açúcar.

Fonte: Minha Vida

NaturalSPA
qrc:///tray_popup/win/index.html#