Berinjela combate colesterol e câncer

Imagem retirada de https://www.pingodoce.pt/escola-de-cozinha/ingredientes/beringela-como-cozinha-la/
Imagem retirada de https://www.pingodoce.pt/escola-de-cozinha/ingredientes/beringela-como-cozinha-la/

A berinjela é um legume rico em vitaminas e sais minerais (cálcio, fósforo, ferro e fibras). É famosa por combater o colesterol, mas também previne diabetes e câncer, melhora o intestino e até ajuda a emagrecer.

Benefícios da berinjela
- Combate a diabetes
- Reduz o colesterol
- Ajuda a emagrecer
- Aumenta a imunidade
- Melhora o intestino
- Tem ação antioxidante
- Previne doenças cardíacas
- Previne a anemia
- Previne o câncer

Combate o diabetes: Por ser rica em fibras solúveis, a berinjela apresenta resultados positivos em relação à tolerância à glicose, redução de hiperglicemia pós-prandial e taxa secretória de insulina em indivíduos com diabetes. Isso porque estas fibras reduzem a absorção da glicose durante a digestão, formando um gel que envolve o bolo alimentar.

Reduz o colesterol: Além do efeito das fibras solúveis, que também retarda a absorção do colesterol, a fermentação destas fibras leva à produção de ácidos graxos de cadeia curta no cólon, o que resulta em uma redução do colesterol no sangue.

Ajuda a emagrecer: Estes efeitos das fibras solúveis da berinjela na digestão aumentam a sensação de saciedade, o que evita a ingestão de calorias não necessárias, que podem levar ao ganho de peso. Assim, se você quer evitar aquela vontade de comer carboidratos, frituras e açúcares, invista em receitas com berinjela.

Além disso, ao influenciar positivamente a redução dos picos glicêmicos, há uma menor liberação do hormônio insulina. A insulina é responsável por colocar esse nutriente para dentro das células, mas também é culpada pelo acúmulo de gordura no corpo quando circula em altas quantidades no nosso organismo.

Melhora o intestino: O mesmo gel formado pelas fibras ainda ajuda o bolo fecal a transitar melhor, aprimorando o funcionamento intestinal. Ainda, há uma função prebiótica: ou seja, as fibras sofrem fermentação completa ou parcial no intestino grosso, que é realizada por bactérias benignas, o que estimula o crescimento da microbiota (flora intestinal) e incentiva uma atividade intestinal saudável.

Aumenta a imunidade: Ao estimular as bactérias do intestino, as defesas do nosso corpo também são reforçadas, já que 60% das imunoglobulinas estão nele. E mais: os ácidos resultantes da digestão das fibras impedem que bactérias ruins do intestino se transportem para a corrente sanguínea, evitando que elas sejam capazes de infectar o corpo todo.

Ação antioxidante: A casca da berinjela tem sua coloração arroxeada devido aos flavonoides chamados de antocianinas. Elas protegem nosso organismo de doenças cardiovasculares, câncer, diabetes, infecções virais e obesidade. Tudo isso devido à sua ação antioxidante, que protege o DNA das células e evita inflamações.

Ao que tudo indica e alguns estudos comprovam, quando a farinha de berinjela é feita com a casca, ela preserva esses nutrientes, colaborando, dessa forma, para a nossa saúde.

Previne doenças cardíacas, anemia e câncer: Como falado acima, a berinjela é rica em antocianina, um antioxidante que ajuda no combate a doenças cardíacas e câncer, e está presente na casca do legume. Além disso, é uma fonte de ácido fólico que, por sua vez, é uma vitamina que estimula a produção de células e previne a anemia.

Ela também é rica em vitamina C e vitaminas do complexo B. Veja qual porcentagem do valor diário* de alguns nutrientes que esse alimento carrega:

- 12% de fibras
- 7% da vitamina C
- 5% de magnésio
- 1% dos carboidratos
- 0,2% das gorduras

Água de berinjela emagrece: mito ou verdade
Com a fama de ajudar a emagrecer, reduzir o colesterol e até combater o diabetes, a água de berinjela se popularizou muito. O preparo consiste em cortar o vegetal em cubos e deixá-lo de molho por algumas horas, consumindo depois a água em que ele foi depositado. Porém, não há estudos que comprovem cientificamente esses resultados. Então, o ideal é consumir a berinjela em si nas refeições.
Como consumir a berinjela

Se por um lado a água de berinjela pode não trazer resultados comprovados, por outro, consumir o vegetal cozido, grelhado ou refogado é uma excelente pedida para a saúde.

Farinha de berinjela: A farinha de berinjela também é uma ótima opção. Ela pode ser consumida no dia a dia, misturada com iogurtes, salada de frutas, cuscuz, arroz e outras preparações. Afinal, como tem uma quantidade alta de fibras, pode ser muito bem utilizada em pães, bolos, biscoitos e outras massas. Contudo, justamente por esse motivo, ela não tem uma boa fermentação e precisa ser unida à farinha de trigo refinada nas receitas.

Fonte: Minha Vida

NaturalSPA
qrc:///tray_popup/win/index.html#