Confira os efeitos terapêuticos de alimentos que não podem faltar na sua mesa

A adoção de hábitos alimentares saudáveis e padronização dos níveis de atividade física podem evitar diversos fatores de risco na população, como obesidade, hipertensão arterial, alteração nos níveis de glicose sanguínea e colesterol. O consumo frequente de alimentos industrializados com alta densidade calórica associado a práticas como omissão de refeições e baixa ingestão de frutas, legumes e verduras, são prejudiciais para uma boa alimentação.

Segundo a nutricionista do Hospital do Coração de São Paulo Cyntia Carla da Silva, é importante priorizar a ingestão de alimentos funcionais, pois exercem um papel que vai além na nutrição básica, inclusive fornecem nutrientes como carboidratos, proteínas, gorduras e, adicionalmente, compostos bioativos que desempenham funções na promoção da saúde.

— Desde 2005, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou uma lista de alimentos com sua respectiva propriedade funcional. Entre os alimentos citados estão o peixe, linhaça, soja, cereais integrais, frutas avermelhadas, verduras com coloração verde escura, azeite de oliva e alimentos enriquecidos com fitosterol e bactérias benéficas - explica a nutricionista.

No entanto, é importante considerar que o efeito terapêutico dos alimentos funcionais se anula quando o hábito alimentar é desequilibrado.

— Para que estes alimentos possam ter o efeito esperado é importante associar uma rotina alimentar saudável que inclua o consumo de verduras, frutas, cereais integrais, carnes magras, leite e derivados magros diariamente — acrescenta Cyntia.

Confira as propriedades nutricionais e os efeitos terapêuticos de alimentos que não podem faltar na sua mesa:

Peixes
:: Para que serve?
Os peixes do tipo sardinha, salmão e atum são ricos em ômega 3 que promove a redução dos triglicerídeos e previnem o aparecimento de doenças cardíacas.
:: Quanto consumir?
Um filé de 100g duas vezes na semana.

Linhaça
:: Para que serve?
Assim como os peixes, é rica em ômega 3, auxiliando a redução dos triglicerídeos e na prevenção de doenças cardíacas.
:: Quanto consumir?
Uma colher de sobremesa de farinha de linhaça dourada por dia.

Probióticos
:: Para que serve?
São microorganismos vivos (lactobacilos e bifidobacterias) que habitam o intestino humano promovendo diversos benefícios a saúde. Entre estes benefícios estão: combater microorganismos causadores de doenças como diarreia, produção de vitamina K, vitaminas do complexo B e prevenção câncer de intestino.
:: Quanto consumir?
Uma unidade de leite fermentado ou iogurte que contenham probióticos por dia.

Aveia e cevada
:: Para que serve?
Redução do peso, diminuição do colesterol e melhor controle do diabetes.
:: Quanto consumir?
Três colheres de sopa de farelo de aveia ou três colheres de sopa de cevada cozida por dia.

Azeite de oliva
:: Para que serve?
O consumo regular de azeite de oliva em uma dieta equilibrada pode prevenir as doenças cardiovasculares em até 30 %.
:: Quanto consumir?
Uma colher de sopa duas vezes ao dia. Uma ótima opção é usar no tempero da salada.

Soja
:: Para que serve?
A proteína da soja auxilia na redução do colesterol total.
:: Quanto consumir?
Quatro colheres de sopa cheias de carne de soja ou uma xícara de café de soja em grão por dia.

Alimentos enriquecidos com fitosterol
:: Para que serve?
Redução do colesterol total e colesterol "ruim" LDL colesterol.
:: Quanto consumir?
Consuma uma colher de sopa de margarina e um copo de iogurte ou leite por dia.

Fonte: Click RBS

qrc:///tray_popup/win/index.html#