Conheça as sobremesas que podem ser incluídas na dieta

A refeição foi boa, saudável e estava de acordo com a sua dieta. Tudo certinho e você ainda está lidando bem com uma série de privações. Mas depois de cruzar os talheres veio aquela vontade de abocanhar um doce. Não tem problema, adoçar a boca depois do almoço ou do jantar é permitido, desde que com ressalvas.

Se a gelatina ou a fruta - que são as melhores opções de sobremesa em função dos nutrientes e das baixas calorias - não forem o suficiente para satisfazer o desejo pela guloseima, as dicas da nutricionista do Minha Vida, Roberta Stella podem ajudar a não abrir mão da boa forma em nome de um docinho.

Como escolher a sobremesa
Ao ir às compras, preste atenção nos rótulos, eles são como a identidade do produto que vai ser consumido e as calorias não são as únicas informações nutricionais relevantes. A maioria das pessoas não costuma dar muita importância para os outros dados contidos nas embalagens.  

Antes de levar o produto para o carrinho, repare composição dos macronutrientes das sobremesas versão light. Eles respondem pelos carboidratos, gorduras e proteínas presentes no alimento. Da combinação destes elementos resulta o número de calorias. E não é só isso. A presença de açúcares, chamados de sacarose e de gorduras saturadas, também merece atenção redobrada. O melhor é evitar produtos que contenham níveis altos destes nutrientes, porque são maléficos para o organismo e podem sabotar uma dieta que caminha bem.

Muitas vezes um produto apresentado como light pode ser uma armadilha. Para serem classificados desta forma, basta ter redução de pelo menos 25% do total de calorias ou teor reduzido de açúcares e gorduras. Porém, algumas vezes o que ocorre é a redução de um deles em função do aumento de outro e essa troca pode acabar não valendo a pena para quem não quer subir os ponteiros da balança.

Com a sobremesa escolhida, é hora de agir com moderação, antes que todo o esforço da dieta vá por água abaixo e resulte em quilos a mais. Um docinho depois do almoço não é pecado, desde que não seja consumido com exagero.

Doces que cabem na dieta
O picolé de fruta é uma boa ideia. Algumas marcas oferecem picolés isentos de gorduras, dependendo da fruta. Uma unidade do sabor abacaxi (61 g) apresenta 58 calorias e zero de gorduras. É uma sugestão deliciosa e fresquinha para os dias mais quentes. Mas atenção, nada de repetir.

Outra sugestão é a salada de frutas. É mais calórica, ainda mais se acompanhada de leite condensado, porém, muito saudável. A sobremesa, com cerca de 273 calorias, oferece vitaminas e sais minerais importantes para o organismo. A ressalva fica na parte do leite condensado, que deve ser apenas uma colher de sopa.

O ideal é fugir dos sorvetes com calda, bolos e tortas e optar pelos doces mais leves e menos calóricos. Não é preciso ficar desesperada por um doce depois das refeições. Pesquisar bem o que vai comer, prestar atenção no rótulo e escolher sobremesas saudáveis torna possível um dia mais doce e sem nenhuma culpa.

Fonte: Minha Vida

qrc:///tray_popup/win/index.html#