Suplementos alimentares são importantes para uma boa saúde

De modo geral, detestamos mudanças. Fazemos tudo para preservar hábitos, crenças e estilo de vida. Por isso ainda achamos que basta dar uma pelada semanal ou participar de uma partida de futebol no fim de semana com os amigos é suficiente para manter a forma, que vitaminas engordam e podem não fazer bem e que essa história de suplementação alimentar foi inventada e podemos tirar todos os nutrientes em sua forma e quantidade ideal dos alimentos. Pois saiba que precisa de suplementos mesmo o paciente ideal, ou seja, aquele que se alimenta bem, não fuma, bebe com moderação e se exercita diariamente.

Essa afirmação pode parecer estranha. Antigamente uma alimentação normal era suficiente para prover todas as vitaminas que o nosso organismo necessita. Mas, infelizmente, os alimentos de hoje são muito, mas muito menos nutritivos que os do passado.  

Ai vai um exemplo: seriam necessárias 60 porções de espinafre para conseguir a mesma quantidade de ferro encontrada em apenas uma porção do mesmo alimento produzido em 1948! E não menos de 25 copos desse vegetal para atingir a quantidade recomendada de vitamina E, que protege o sistema cardíaco.

Para ter uma ideia, apenas 4% dos americanos recebem a quantidade mínima de vitaminas recomendada por dia. E tem mais: 91% dos americanos não consomem a quantia recomendada de frutas e vegetais e 2/3 deles têm dieta deficiente em zinco, vital para a integridade do sistema imunológico.

No Brasil, esses números são ainda piores. Segundo dados de pesquisas feitas pelo IBGE, 98% da população brasileira não ingere a quantidade ideal de vitaminas por dia e 92%, não come frutas com frequência. Além disso, 88% da população ingere mais do que as duas miligramas de sal refinado diariamente, consumo considerado excessivo.

A menos que você seja uma raríssima exceção, só tem conseguido manter níveis sofríveis de vitaminas e minerais. É nesse quadro que a suplementação alimentar se torna essencial para a manutenção da boa saúde de grande parte da população brasileira. Por isso, procure um médico ou profissional, e pergunte quais são os nutrientes que estão mais em falta em seu organismo.

Para ter saúde de verdade, você precisa bem mais do que os níveis mínimos recomendados. Não vacile!

Fonte: Minha Vida

qrc:///tray_popup/win/index.html#