Tomar uma lata de refrigerante por dia aumenta o risco de diabetes em 22%, diz estudo

Que os refrigerantes são ricos em substâncias que interferem nas atividades do nosso organismo de forma negativa, você provavelmente já sabe. Sódio, corantes e grandes quantidades de açúcar são apenas algumas delas. Mas que quantidades moderadas da bebida são suficientes para fazer mal deve ser novidade. Segundo um amplo estudo europeu, desenvolvido pelo Imperial College London, 340 ml refrigerante por dia, o equivalente a uma lata, aumenta em 22% o risco de desenvolver diabetes tipo 2.

Para chegar a esses resultados, os pesquisadores contaram com a informação de 350 mil pessoas de oito países europeus diferentes: Grã-Bretanha, Alemanha, Dinamarca, Itália, Espanha, França, Suécia e Holanda entraram nessa lista. Foram respondidas questões sobre dieta, incluindo a quantidade de refrigerantes adoçado e suco natural consumida por dia.

O consumo de suco de frutas não mostrou ligação com o desenvolvimento de diabetes tipo 2. No entanto, foi detectado que ingerir 340 ml de refrigerante por dia aumentou em 22% o risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2 em comparação com o consumo de uma lata ou menos por mês.

Um outro estudo recente divulgado pela Stanford University School of Medicine, nos Estudos Unidos, descobriu que o diabetes pode estar diretamente ligado ao consumo desse alimento, independente do peso e do estilo de vida do indivíduo.

"Abolir o refrigerante da alimentação é a primeira e mais eficiente medida para reduzir o consumo de açúcar", afirma a nutricionista Amanda Epifânio, do Centro Integrado de Terapia Nutricional (Citen), em São Paulo. Segundo a profissional, beber uma latinha de refrigerante todos os dias resulta na ingestão de um quilo de açúcar no fim do mês. "Para matar a sede, nada melhor do que água, sucos naturais diluídos ou isotônicos, quando se estiver praticando exercícios", recomenda.

Fonte: Minha Vida

qrc:///tray_popup/win/index.html#